segunda-feira, 11 de junho de 2012

Coluna da Celina - Trocando o nome depois de casada


Oii Gente!
Hoje vou dividir com vocês uma questão que é bem comum no universo das noivas, ou das pessoas que se divorciam: mudar ou não mudar o nome e sobrenome. Sabe quando o noivo deseja que você altere o seu nome para ter também o nome dele?! É isso. Ou também quando decidi-se alterar o sobrenome por motivo de separação ou não.

Fiquei curiosa em torno desse assunto e fui pesquisar uma série de questões. Fiquei sabendo várias coisas interessantes, inclusive que hoje a lei também permite que o marido adote o sobrenome da esposa, caso deseje. São pouquíssimos os que fizeram isso até depois que essa lei foi aprovada, mas existe quem conseguiu fazer imperar os direitos iguais e fez o marido ganhar mais um sobrenome.
Vamos à parte burocratica e aos custos necessários dessa alteração:
Vale lembrar que as dicas devem funcionar para as casadinhas de São Paulo. Alguns procedimentos são nacionais (como o CPF), mas outros não… Como a maior parte das noivinhas que acessam o blog devem ser de Catanduva e região, o Poupatempo mais próximo a nós seria o de São José do Rio Preto.
RG
É o primeiríssimo documento que você precisa alterar pois sem ele não faz nadica.
Documentos necessários:
Fotografia 01 (UMA) original; tamanho 3X4; colorida ou preto e branco; de frente; recente.
Certidão de casamento – original e cópia simples
RG de solteira – original e cópia simples
CPF – Se a numeração já constar na via anterior do RG (válido somente para RG que já possua dígito no número), não é necessária a apresentação do documento.
CARTÃO PIS/PASEP – original

É necessário ligar para o Poupatempo e agendar um horário.
>> Dica: chegar uns 15 minutos antes do horário marcado e ir DIRETO ao Banco do Brasil dentro do Poupatempo e informar que você quer pagar a taxa do RG (R$ 26,18 – em dinheiro ou cartão de débito BB) antes de se dirigir à triagem do RG em si. Vai evitar que você fique andando de um lado para o outro e agilizar sua vida: o processo todo dura em torno de 20 minutos.
>> Dica 2: Se você literalmente paga para não ir ao Poupatempo vai amar saber que tudo tem um preço. Por pouco menos de 10 reais você recebe seu RG novinho em casa via sedex. ATENÇÃO: Informe que deseja pagar a taxa do sedex quando for pagar a taxa do RG no banco e depois informe que contratou serviço de sedex em todos os guichês que passar.

Acha que será mais rápido do que esperava e se animou?
Pegue o protocolo do RG e corra para atualizar seu nome também na CNH, dentro do mesmo PoupaTempo!
CNH
Documentos:
Protocolo do RG que você acabou de atualizar.
Carteira Nacional de Habilitação (CNH) – original
CPF – original e cópia simples
Certidão de casamento – original e cópia simples
Comprovante de residência – original E cópia simples OU cópia autenticada
a) EM NOME DO HABILITADO; b) Contendo nome completo e endereço completo (inclusive CEP, cidade e bairro); c) O Comprovante deve estar datado nos três meses anteriores à solicitação do serviço; d) São aceitas contas de: água e esgoto, luz, gás, telefone (fixo e móvel), televisão por assinatura, provedores de Internet, correspondência de instituição bancária, financeira ou de cartão de crédito; e) A CÓPIA do comprovante ficará RETIDA;
Esse aqui não dá para ir pagar antes. Você primeiro precisa passar na triagem do DETRAN (dentro de qualquer Poupatempo tem) porque cada caso é um caso. O valor a ser pago depende do que você vai fazer: só alterar o nome, renovar, exame médico etc etc etc
Com esses documentos já em mãos você pode ir atrás do Título de Eleitor, que precisa estar com o nome novo para que você consiga tirar o CPF .
Vamos partir do princípio que podem te pedir o título. Você precisa descobrir qual o cartório eleitoral mais próximo da sua nova casa. Caso você seja de Catanduva, o Cartório Eleitoral fica no endereço: Rua Sergipe nr: 616. Sugiro fazer todo o procedimento da página do TSE.
Não me pediram comprovante de residência e nem o RG atualizado. Mas eu levei. Vai que....
PIS
Necessário ir pessoalmente à CEF pedir atualização dos dados para que eles possam alterar tudo.
Para essa alteração na Caixa é necessário ter cópia da certidão de casamento, RG já atualizado e número de todos os documentos do mundo.
Já pode pedir para atualizar também o Cartão Cidadão. A gente nunca sabe quando vai rolar sacar uns jurinhos de PIS ou quando vai precisar do FGTS para comprar uma nova mansão e tals.. =P Chega em casa, sem custo.
CPF
Reza a lenda que você pode alterar nos Correios, Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal.
É preciso pagar em torno de R$ 5,70 na própria Caixa.
Agora o que vale é o número, tipo do RG. Ou mesmo o número do cartão. Pelo número eles puxam todas as alterações. Bom se o novo nome está todo documentado.
Passaporte
O passaporte que ainda estiver dentro da validade pode ser utilizado mediante a apresentação da Certidão de Casamento. Mas se você precisar renovar o seu passaporte, você deverá agendar o atendimento no site da Polícia Federal. No site tem todas as orientações bem explicadas. Imprima a guia de GRU e pague na boca do caixa para que tenha autenticação mecânica (isso não é informado no site e é super importante não pagar pela internet!). É preciso levar todos os documentos originais: Documento de identidade com foto, CPF, Título de Eleitor com os dois últimos comprovantes de votação, Certidão de Casamento (com xerox) e o passaporte antigo que será invalidado. O passaporte também fica pronto bem rapidinho. O problema é só o agendamento. Novamente caso você seja de Catanduva e região, a polícia Federal fica localizada no Plazza Shopping de São José do Rio Preto.

Vistos
Se você tiver algum visto válido com o seu nome de solteira e alterou o passaporte para o nome de casada é só você viajar com o seu passaporte antigo com o nome de solteira onde consta o visto válido + o passaporte novo com o nome de casada + certidão de casamento original e uma cópia. Depois quando seu visto vencer é só proceder normalmente para emitir o visto em qualquer consulado.

Próxima urgência: alterar dados no banco! Isso é bem sério… Imagina a bagunça com o cheque em nome de solteira e RG com nome de casada? E a assinatura? Melhor nem arriscar.
Conclusão: Dá um trabalhinho, mas não foi difícil atualizar os documentos. MESMO. Se alguém estiver pensando duas vezes em pegar o nome do marido simplesmente porque está com medo de enfrentar a burocracia, não precisa mais nem pensar… Em uma semana fica tudo resolvido.
E você vai ou não colocar o sobrenome do futuro marido?!!!
Fiquem com Deus!!  
Beijãooo!
Celina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário